Comemora-se no próximo dia 20 de outubro o Dia do Arquivista, que será assinalado pelo Arquivo Distrital do Porto com um dia aberto a todos os interessados em saber mais sobre a profissão de arquivista.

Haverá dois horários ao dispor (10h30 e 14h00) e será feito um circuito por várias áreas funcionais do ADP (serviço de referência e leitura, descrição técnica, gestão documental, unidade de transferência de suporte e conservação e restauro), onde os interessados poderão conversar e colocar as suas questões aos técnicos da instituição.

A inscrição é gratuita, mas obrigatória, e o n.º de inscrições aceites é limitado a dez por sessão.

Inscrição até 16 de outubro, pelo Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

Porto, 6 de outubro de 2015

 Em junho deste ano, a editora Teodolito publicou “Jacarandá”, um romance do autor português Francisco Duarte Mangas, que decorre no início dos anos quarenta, “um dos períodos de maior crueldade do fascismo português”, e que parte de um facto real: o assassinato de um proprietário e capitalista na Rua do Bonjardim, no Porto. “Um crime alegadamente mal esclarecido, que a polícia política se apressou “a atribuir a um “grupo de malfeitores” comunistas e a três galegos, refugiados rojos da guerra civil de Espanha”.

Nesta história “do medo, da clandestinidade política, de afetos e traições” são levantadas duas questões: quem foram os autores do “Crime do Bonjardim”? Por que desapareceu o processo, julgado em Tribunal Militar Especial Político, do Arquivo Histórico Militar?

Sem dispensar a leitura do livro, estamos, para já, em condições de responder à segunda questão: O PROCESSO ESTÁ AQUI. No Arquivo Distrital do Porto. Com restrições de comunicabilidade, impostas pela Lei em vigor, mas salvaguardado pelo mesmo serviço que custodia parte considerável da memória e direitos do distrito do Porto, e que preserva, entre muitos outros, o fundo do Tribunal Plenário do Porto.

Referência do processo: PT/ADPRT/JUD/TPPRT/044/00001 (5 volumes e 3 apensos. Aprox. 1575 fls)

Porto, 6 de outubro de 2015

 Um novo ano letivo representa sempre uma nova oportunidade de visitar o ADP. Assim, todas as instituições que pretendam visitar-nos, deverão preencher o nosso formulário de visita e enviá-lo, com pelo menos 15 dias de antecedência, para o e-mail Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

O n.º máximo de participantes por visita é de 15. Caso este número seja excedido serão organizadas várias visitas.

O ADP acolhe também outras visitas de grupo, não escolares, desde que haja um mínimo de 6 participantes. Informe-se pelo Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou pelo telefone 220 046 200.

Porto, 6 de outubro de 2015

 7 a 9 de outubro de 2015, no Arquivo Distrital do Porto ( Rua das Taipas, 90. 4050-598 Porto)

INSCRIÇÕES ATÉ 18 DE SETEMBRO

Informações e contactos: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. | Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. (inscrições)

 O Arquivo Distrital do Porto (ADP) e o Serviço de Gestão da Documentação e Informação (GDI) da UPdigital da Universidade do Porto, à semelhança do curso promovido pelo Laboratório José de Figueiredo (LJF-DGPC), em 2013, vão desenvolver o "2.º workshop de conservação de documentos com tinta ferrogálica: da teoria à prática", no Porto.

O workshop contará uma vez mais com a colaboração do LJF, representado pela conservadora-restauradora Francisca Figueira, e terá como parceiros a Associação Profissional dos Conservadores Restauradores de Portugal (ARP) e o Instituto de Investigação Científica Tropical (IICT).

 No decorrer deste workshop abordar-se-á o método desenvolvido por Johan G. Neevel [i], confirmado em estudos mais recentes [ii] como a forma mais adequada para o tratamento de documentos afetados pela corrosão da tinta ferrogálica.

O principal objetivo desta ação de formação consiste na divulgação das vantagens inerentes a esta metodologia e facultar aos participantes a possibilidade de experimentar a sua aplicação prática, colmatando eventuais necessidades sentidas no seu exercício profissional.

 

[i] Neevel, J. (1995). The Development of a New Conservation Treatment for Ink Corrosion. Based on the Natural Anti-oxidant Phytate. In M. S. Koch & K. J. Palm (Eds.), 8th IADA Kongress, pp. 93–100. Tübingen: Royal Danish Academy of Fine Arts in Copenhagen. Retrieved from http://cool.conservation-us.org/iada/ta95_093.pdf

[ii] Tse, S., Guild, S., Trojan-Bedynski, M., & Orlandini, V. (2007). Effect of Aqueous Treatments on 19th Century Iron Gall Ink Documents : Part 2 : Artificial Aging by Heat, Humidity and Light. In Transition Metals in Paper (MIP), Vol. 37, pp. 3–5.

 

PROGRAMA

7 de outubro (13:00 - 17:00)

Apresentação. Produção de tinta ferrogálica.

8 de outubro (9:00 - 12:00 e 13:00 - 17:00)

Caracterização e diagnóstico de documentos com tinta ferrogálica e preparação do tratamento com fitáto de cálcio.

9 de outubro (9:00 - 12:00 e 13:00 - 17:00)

Exercícios de tratamento de documentos com tinta ferrogálica utilizando fitáto de cálcio.

 

Formadoras: Laura Moura e Sílvia Sequeira (conservadoras-restauradoras de documentos gráficos).

Carga horária: 18 horas.

Público-alvo: conservadores-restauradores e estudantes de C&R (será dada prioridade aos conservadores-restauradores de documentos gráficos, de fotografia e de têxteis).

N.º de participantes: mínimo 11 - máximo 13.

Preço: 175 € [público em geral] | 145 € [sócios ARP, AAADP, membros UP, DGLAB e estudantes] | NIB Universidade do Porto: 001800032333597902058 (as inscrições só serão validadas após pagamento e envio de comprovativo para Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.).

Porto, 03 de agosto de 2015

 A partir de 1 de julho de 2015, entra em vigor o novo código de reprodução de documentos da DGLAB e arquivos dependentes.

Foi aprovado por Despacho 6852/2015 e pode ser consultado AQUI

Porto, 30 de junho de 2015

SCROLL TO TOP